Mercado investe na nova classe média

Cerca de 54%  da população brasileira pertence à nova classe média. Trocando em miúdos, são 103 milhões de brasileiros. As editoras estão adaptando seu negócio para atender essa significativa fatia do mercado.

Entre as soluções está a popularização dos livros de bolso, que são vendidos a preços mais baixos e mantêm o texto integral de suas obras.

De acordo com informações da revista Metáfora, na reportagem Livros (e preços) que cabem no bolso, da edição de janeiro de 2013, a nova classe média deve investir R$ 1,9 bi em livros em 2013, 19% a mais do que no ano passado.

Os brasileiros estão gastando mais com educação, o que se reflete no setor: o mercado editorial brasileiro já ocupa a 9ª posição mundial.