Curto Papel

Mônica Crema – ilustradora

CP_monica_crema_250614-BG1Meu interesse pela ilustração aconteceu naturalmente. Minha mãe é artista plástica e os pincéis, lápis, papel, tela e tintas fazem parte das minhas primeiras memórias de infância. Comecei a frequentar aulas de desenho bem nova, aos nove anos, incentivada por minha mãe. Desde então, sempre desenhei por prazer. Só na faculdade – sou formada em design gráfico – me descobri ilustradora. Foi durante a graduação e em outros cursos que fiz que fui me aprimorando, desenvolvendo meu estilo e aprendendo diferentes técnicas.

Para mim a criação vem por meio de muito treino e esforço. Não existe essa história de “esperar a inspiração vir” como as pessoas imaginam. Tenho que rabiscar e rabiscar, pesquisar e pensar até que surja uma ideia interessante. Às vezes vem a frase ou uma palavra primeiro e a partir dela desenvolvo a ilustração, às vezes o contrário. Não existe uma regra.

A inspiração vem de tantos lugares que é difícil dizer, mas sempre tem um pouquinho de mim em tudo que faço. Sobre as ilustrações que abordam o universo feminino, eu não levanto bandeiras, gosto de expressar meu ponto de vista em assuntos que acredito serem pertinentes.

Algumas pessoas tatuam os meus desenhos! Fico muito feliz por saber que existem pessoas que se identificam com meu trabalho e muito lisonjeada por algumas escolherem uma ilustração minha para fazer parte da história delas.
O papel é impoCP_monica_crema_250614-BG3rtante e ele está presente na maior parte do meu processo de criação. É no papel que minhas ideias se “materializam”, desde as anotações e rabiscos das primeiras ideias até o esboço final. Tenho muitos caderninhos guardados, pilhas de papéis também. Não guardo todos os estudos que faço para chegar a uma ilustração, costumo guardar o esboço final de cada uma delas. As ideias não finalizadas também.

O papel e a tecnologia são meus aliados no processo criativo, em momentos diferentes, mas cada um desempenha um papel fundamental para o resultado final desejado. Atualmente a ilustração é a minha principal atividade. Utilizo minha fan page no Facebook como portfólio e através dela surgem novos trabalhos. Tenho feito parcerias bem legais, com marcas como Papel Craft e Risqué, e novos projetos estão surgindo.