Dia Nacional do Gráfico: conheça a importância deste profissional

Como seria a história da nossa sociedade sem o papel e a imprensa? A descoberta da impressão, no século XV, foi um marco importante para a história da humanidade, já que permitiu a disseminação de conhecimento e a reprodução da informação em grande escala e em curto período de tempo (para aquela época).

Amanhã, 7 de fevereiro, celebramos o Dia Nacional do Gráfico, uma data para reconhecer o trabalho do protagonista que faz possível a mágica da impressão. A principal figura histórica foi o alemão Johannes Gutenberg (1400-1468), responsável pela invenção da imprensa tipo móvel e pela difusão do trabalho gráfico. Mas, atualmente, o trabalho desse profissional não se restringe à impressão de documentos. Devido aos avanços da tecnologia e da informação, o gráfico tem cada vez mais campos de atuação.

Para Wellington Pereira dos Santos, professor da Tecnologia em Processos Gráficos da Escola Senai Fundação Zerrenner, “a arte gráfica tornou-se uma verdadeira indústria gráfica, por isso a capacidade técnica do profissional tem que ser muito grande e ampla”. A escola também vem acompanhando esse processo e formando novos profissionais que possam trabalhar em diversos segmentos, como design, jornalismo, publicidade e propaganda. “A indústria gráfica está sempre se reinventando e o profissional que quiser ter sucesso neste ramo, deve estar constantemente em evolução” reforça Wellington.

Parabéns a todos esses profissionais que transformam o papel e a tinta na belíssima arte da impressão!