Menina de sete anos de idade está entre os melhores escritores infantis do mundo

Diante de uma folha de papel em branco, todo sonho pode se transformar em uma grande história. Grandes escritores guardam na memória e nos arquivos os primeiros manuscritos, as primeiras histórias criadas durante a infância.

BLOG 3

Mais do que uma brincadeira ou uma distração, a literatura também tem espaço para as crianças. Não só para pequenos leitores, mas, principalmente, para jovens talentos. Exemplo disso, Michelle Nkamankeng, com apenas sete anos de idade, fez história ao tornar-se a autora mais nova do continente africano a integrar o ranking dos 10 melhores escritores infantis do mundo.

161107_blog_1

Com muita dedicação, ela acaba de publicar seu primeiro livro, Waiting for the waves (Esperando pelas ondas) e já chama atenção pelo talento e desenvoltura. Em entrevista à BBC, ela contou que a ideia para essa obra surgiu após a sua primeira visita à praia com a família.

Encantada com a imensidão do oceano, Michelle perguntou ao pai o que todos faziam parados, diante do mar, olhando a água ir e vir. “Estamos esperando a próxima onda”, disse o pai. A frase inspirou a menina, que sem pensar duas vezes afirmou que tinha a ideia para seu primeiro livro.

Paul Nkamankeng, pai de Michelle, afirmou que no início não levou a ideia da filha a sério. “Ela começou a pegar papéis em casa e amarrou o bloco como um livro. Fez tudo isso em segredo. Nós não tínhamos ideia do que ela estava fazendo até que ela deu a sua mãe o conteúdo escrito à mão, grampeado e encapado” comenta ele. “Ela apenas disse: ‘Mãe, este é o meu livro!”, complementou.

161107_blog_2
Desde então, a pequena não parou mais. Waiting For The Waves é o primeiro de quatro livros infantis escritos por Michelle a serem publicados. Para mostrar que não era brincadeira e que ela queria seguir como escritora, ela deu um ultimato aos pais quando terminou a última obra da série: “se vocês não tem planos de tentarem publicar uma das minhas histórias, eu vou parar de escrever”, afirmou. Foi aí que Paul e a mulher perceberam a seriedade de seu compromisso, e o livro foi enfim publicado.

Com um futuro brilhante pela frente, a jovem escritora já foi parabenizada pelo ministro da cultura da África do Sul e já destaca-se entre os melhores escritores infantis do mundo.

E pensar que essa história começou a ser escrita em uma folha de papel…. Inspire-se e comece a registrar a sua história também!

Fotos: divulgação/Facebook
Fonte: Hypeness e BBC