Vida e obra de Ariano Suassuna nos livros, no cinema, na tv e no teatro

A vida e a obra de Ariano Suassuna ganharão as páginas dos livros, os palcos dos teatros e as telas do cinema e da televisão durante este ano. As homenagens foram programadas para 2017, três anos após a morte de um dos maiores escritores e dramaturgos brasileiros, a pedido do próprio autor à produtora de teatro Andrea Alves.

Em 2015, durante o lançamento do livro O decifrador, de Alexandre Nóbrega, que reúne fotografias de Ariano Suassuna, o escritor e dramaturgo paraibano pediu que as homenagens a ele fossem postergadas para o seu aniversário de nove décadas. Ela manteve a palavra e tirou do papel o tributo que preparou para o artista na comemoração dos 90 anos de nascimento – celebrados em 23 de julho – sob a forma de espetáculo musical.

Os livros, as poesias, os textos e as apresentações de Suassuna estão sendo estudados pelos atores e pela produção da peça. O espetáculo, ainda sem título definido, na verdade nunca esteve só no papel: ocupou também a mente e o coração dos integrantes da companhia Barca dos Corações Partidos, que no ano passado iniciaram o processo de pesquisa para compor o material.

As aulas-espetáculos
As lendárias aulas-espetáculos, que tinham como missão popularizar a obra de Suassuna inspiram outro tributo ao escritor, foram o ponto de partida para a produção do filme “Riso de Ariano”, que tem tudo para virar uma série de televisão no futuro (assim como aconteceu recentemente com a obra “Dois Irmão”, do escritor Milton Hatoum).

Livros
Durante este ano, a obra póstuma Romance de Dom Pantero no palco dos pecadores, dividida em duas partes (O jumento sedutor e Palhaço tetrafônico), será publicada como forma de tributo ao aniversário de 90 anos do autor. Além disso, o clássico A pedra do reino será relançado em 2017.

Quadrinhos
Mesmo com a autorização de Ariano Suassuna, o quadrinista Jô Oliveira ainda esbarra em questões burocráticas e contratuais para tirar do papel o sonho de adaptar Auto da compadecida para HQs. Para os fãs de uma das histórias mais representativas da cultura brasileira (e para os adoradores de desenhos e ilustrações, como nós), resta esperar que o projeto tome forma, ganhe as páginas dos livros e as estantes das livrarias e das nossas casas.

Clique aqui e confira todas as homenagens que serão feitas em homenagem ao escritor.