Curto Papel

O despertar da artista

Conheça o trabalho de Andressa Silva, a jovem que transformou dedicação em um trabalho que vem encantando pela sutileza e delicadeza de seus desenhos

Desde pequena gosto de desenhar. Como toda criança dos anos 90, eu comecei cedo a pegar no papel e no lápis. Se você for na minha casa hoje e olhar em baixo da mesa, vai ver desenhos que fiz quando tinha cinco anos com giz de cera. Mas foi bem depois da adolescência que isso voltou para a minha vida.

170524_1

Na escola eu me arriscava no design fazendo camisas de jogos escolares e feira de ciências da minha turma. Mas foi quando estava na faculdade que esse meio artístico surgiu em mim de vez. Em 2014 me formei em Rádio e Tv, mas a área de Ilustração e Design conquistaram meu coração. Foi ali que eu me encontrei como uma artista.

170524_2

A ousadia de ser diferente
Diferente de outras garotas, eu prefiro fazer compras em papelaria do que em loja de roupa. Acredito que é possível transmitir mensagens especiais por meio de desenhos e que a partir de um dom podemos despertar sonhos e desenvolver talentos. Eu nunca fiz curso de desenho. Eu, simplesmente, tive vontade de aprender e aprendi sozinha com a ajuda da internet, é claro.

170524_3

O reconhecimento
Meu trabalho já me proporcionou conhecer pessoas incríveis. Artistas que, até então, eu admirava de longe, hoje posso chamar de amigos. E tem também as pessoas que acompanham meu trabalho pela internet. Já ouvi uma delas dizer que começou a desenhar por minha causa. Eu fico extasiada de ter proporcionado esse sentimento e essa vontade de desenhar em outras pessoas.

Em Abril deste ano, me inscrevi para participar da Comic Con Experience (CCXP) – Tour Nordeste. Foi uma das experiências mais incríveis da vida. Estar ao lado de artistas maravilhosos em uma mesa de ilustração e conhecer pessoas que acompanham meu trabalho. Abraçar, tirar foto, conversar com os fãs. Queria CCXP todo mês.

Clique aqui e encante-se ainda mais com o trabalho da artista.