Artista cria trabalho incrível a partir de manchas feitas no papel

Fábio Bocchi deixa a criatividade fluir e cria desenhos surpreendentes a partir de marcas feitas no papel

Quem nunca deixou cair um pouquinho de café numa folha de papel? O acidente pode tirar muita gente do sério, no entanto, para Fábio Bocchi foi o ponto de partida para um novo rumo em sua carreira.

Tudo começou em 2013, quando o artista derramou a bebida em uma toalha branca. Depois de anos trabalhando com pintura em tela, ele enxergou nas manchas uma inspiração para a criação de um novo tipo de trabalho. Fábio passou a usar elementos do dia a dia para criar manchas no papel, deixar a criatividade fluir e criar peças únicas.

170928_blog02

O acidente com café foi só o começo do que o artista chama de “Série de Manchas”. Vinho, flores, frutas e terra. Qualquer coisa passou a se tornar elemento para a base das suas criações. Como vemos no vídeo abaixo:

Fábio faz a mancha no papel e deixa secando de um dia para o outro. Depois o artista observa e deixa que ela o inspire. “É nesse momento que começo a ver os desenhos formados pela mancha, é ela que me dá o caminho para criar”, comentou em entrevista ao Diário da Região.

170928_blog01

O projeto foi crescendo ao longo dos anos e a vontade de mostrar para as pessoas como cada obra era feita inspirou Fábio mais uma vez. Ele passou a produzir e compartilhar vídeos mostrando todo o processo criativo para o público. O seu trabalho ultrapassou fronteiras e ele foi convidado para participar da Bienal de Artes da Cidade de Belgrado, na Sérvia, em 2015.