Conheça os maiores poetas da literatura brasileira

Aproveite o mês da poesia e inspire-se na criatividade e sensibilidade dos versos e das rimas dos grandes mestres

A poesia vibra e festeja durante o mês de outubro, quando celebramos o dia do poeta (20/10) e o dia nacional da poesia (31/10). As datas homenageiam momentos e escritores simbólicos para a arte brasileira e nos fazem relembrar os versos e rimas marcantes que nos acompanham durante toda a vida.

Dia do poeta
No dia 20 de outubro de 1976, em São Paulo, surgia o Movimento Poético Nacional, na casa do jornalista, romancista, advogado e pintor brasileiro Paulo Menotti Del Picchia. Por este motivo, a data foi escolhida para lembrar um momento ímpar para os poetas do Brasil.

Dia nacional da poesia
Celebrado no dia 31 de outubro, o dia nacional da poesia foi criado em homenagem ao poeta Carlos Drummond de Andrade, um dos principais nomes da literatura brasileira e conhecido por ser um dos principais nomes da segunda geração do Modernismo brasileiro.

171020_blog01
A celebração foi oficializada nesta data através da lei nº 13.131, de 3 de junho de 2015. Até então, o dia nacional da poesia era celebrado em 14 de março, em homenagem ao escritor Antônio Frederico de Castro Alves, nascido nesta data em 1847.

Inspire-se e conheça os maiores poetas da literatura brasileira:

Vinicius de Moraes

171020_blog02
Carinhosamente chamado de “poetinha”, Vinicius de Moraes sempre considerou que a poesia foi sua primeira e maior vocação, e que toda sua atividade artística deriva do fato de ser poeta. Além de deixar sua história escrita em versos e rimas, o poeta da paixão também atuou como dramaturgo, jornalista, diplomata, cantor e compositor.

171020_blog03

Adélia Prado

Poetisa, professora, filósofa e contista, Adélia Prado nasceu em 1936. Recebeu o Prêmio Jabuti de Literatura na categoria Poesia em 1978 por “O Coração Disparado”. Destaca-se pelos poemas que valorizam a mulher.

Manoel de Barros

171020_blog04

Sempre em busca da simplicidade, Manoel de Barros era dono de uma linguagem artesanalmente construída, que não se atinha às convenções gramaticais ou sociais. Da mesma forma, o poeta não enxergava o tempo em ordem cronológica e escreveu relatos personalizados sobre a infância e a mocidade, tornando-se o mais aclamado poeta brasileiro da contemporaneidade nos meios literários.

171020_blog05

Recebeu vários prêmios literários, entre eles, dois Prêmios Jabutis e foi membro da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras.

Cecilia Meireles

171020_blog06

Como já vimos por aqui, Cecília Meireles fundou a primeira biblioteca infantil do país, em 1934, e é considerada uma das principais poetisas do Brasil. Como professora, mãe de três meninas e jornalista especializada em educação, Cecília sempre foi muito ligada aos temas relacionados à infância.

João Cabral de Melo Neto

171020_blog07
João Cabral de Melo Neto foi um poeta e diplomata brasileiro. Sua obra é caracterizada pelo rigor estético, pela tendência surrealista e pela poesia popular. O escritor inaugurou uma nova forma de fazer poesia no Brasil e é considerado o maior poeta de língua portuguesa por muitos escritores, como Mia Couto.

Tem uma grande coleção de prêmios literários, entre eles o Prêmio Neustadt, conhecido como o “Nobel Americano”, sendo o único brasileiro reconhecido com tal distinção.
Fátima Trinchão

171020_blog08
A escritora baiana Fátima Trinchão faz poemas com referência a fatos vividos por povos africanos e seus descendentes brasileiros. Suas obras estão sempre ligadas às questões sociais relevantes para os afrodescendentes. Participou da antologia Hagorah (1984), da antologia Baia de Todos os Encantos (2011), da antologia Versos e Contos (2010), da antologia Versatilavra (2010) e de três números da antologia Cadernos Negros, com contos e poemas. Publicou Contos, crônicas e artigos (2009) e Ecos do passado (2010).