7 dicas do que você pode fazer, usando papel, para cuidar da sua saúde mental.

Cuidar da saúde mental não pode ser um tabu! Nesse mês, nos juntamos a uma causa muito importante e que busca conscientizar sobre a importância da prevenção do suicídio e o valor da saúde mental: o Setembro Amarelo.

Com certeza você já parou para pensar algumas vezes em maneiras de cuidar do seu corpo: alimentando-se melhor, fazendo exercício físico, bebendo mais água, tomando vitaminas… Mas quantas vezes você já parou para pensar em como cuidar da sua mente?

Existem algumas atitudes bem simples que você pode tomar para cuidar da sua saúde mental. Afinal, nos encontramos num mundo agitado, onde tudo acontece muito rápido e às vezes nos esquecemos de abraçar a nós mesmos.

No mês da campanha Setembro Amarelo, preparamos uma série de atividades que podem ajudar você, mesmo em momentos desafiadores emocionalmente. Vamos lá conferir 7 dicaspara cuidar da sua saúde mental?

1. Escreva um diário

0609_fotos_blog_1

Quando você escreve é mais fácil analisar seus problemas e sentimentos de outra perspectiva, você libera aquilo que não te faz bem, o que é uma experiência bem positiva. As suas anotações podem ajudar a monitorar a sua saúde mental: você pode tornar os momentos difíceis um pouco melhores com a ajuda de papel e caneta, pois  quando colocamos as coisas no papel, elas parecem mais manejáveis, e quando as deixamos organizadas por tópicos, de um jeito visualmente agradável, temos a sensação de realmente poder enfrentá-las e realizá-las.

2. Faça origamis

0609_fotos_blog_2

Dobrar o papel parece um ato extremamente simples, mas esse simples movimento na realidade nos fornece uma grande alegria que invade nossa alma.” Kunihiko Kasahara

O origami é uma técnica oriental milenar que só traz benefícios. Utilizando papel e suas mãos você estimula as suas habilidades manuais assim como a sua autoconfiança. É uma mistura delicada de desafio e lazer que vai te entreter por um bom tempo e levar sua mente para longe dos problemas e da ansiedade.

Entre os pontos positivos das dobraduras, citados por especialistas, estão o desenvolvimento da paciência, ajuda na satisfação emocional, relaxamento e ação benéfica no tratamento de transtornos como o TDAH, hiperatividade ou dislexia.

3. Aproveite para colorir

0609_fotos_blog_3

Diversos estudos demonstram que a arte de colorir traz inúmeros benefícios para o cérebro: reduz o estresse, estimula a concentração e a criatividade.

Segundo o Dr. Stan Rodski quando uma pessoa está concentrada colorindo, o nível de adrenalina no cérebro é reduzido e o nível de dopamina cresce, um neurotransmissor capaz de melhorar funções cerebrais como memória, emoções, cognição e seu sistema de recompensa.

4. Coloque no papel aquilo que te deixa nervoso

0609_fotos_blog_4

O papel pode virar o seu melhor amigo.

Coloque pra fora o que você está sentido, para você mesmo. Depois de desabafar, você pode se desfazer do papel onde escreveu. Ninguém vai te julgar. Colocar no papel suas emoções ajuda a aliviar o estresse.

5. Fale com alguém

0609_fotos_blog_5

Se você está sofrendo chame um familiar ou um amigo para conversar. Não aprisione as suas emoções: imagine que a mente é um copo, se você não fala ele vai enchendo e enchendo até derramar. Por isso é importante falar, não tenha medo de pôr para fora o que você sente.

6. Relaxe fazendo artesanato

0609_fotos_blog_6

Fazer artesanato é uma atividade muito fértil. Você pode começar aqui mesmo no Adoro Papel, visitando o que fizemos na seção Como se faz e buscando o item que mais te agrade. Tudo é feito com materiais acessíveis, que vão despertar sua criatividade e proporcionar momentos de tranquilidade.

Artesanato é algo que traz muitos benefícios: ajuda a desenvolver a coordenação motora, melhora sua concentração. Criar peças com suas próprias mãos pode te ensinar lições importantes sobre autonomia, dedicação e paciência. Fora que é uma sensação muito satisfactoria ver pronto algo que você se dedicou tanto a fazer!

7. Escreva uma lista do que te faz bem.

0609_fotos_blog_7

Agradecer é uma atitude importante, mesmo quando você está enfrentando problemas difíceis que te deixam muito ansioso e estressado. Listar tudo que te faz bem pode alimentar um sentimento que te ajuda a enxergar o melhor lado de tudo, e também é capaz de proporcionar alegria.  

Um exercício simples é anotar todos os motivos que você tem a agradecer sempre que se sentir um pouco pra baixo ou ansioso. Comece olhando para os pequenos detalhes da sua vida e veja quantos motivos para sorrir você tem. Sua lista da gratidão tem tudo para ser bem grande e se renovar a cada dia!

 ——-

Este texto não substitui um diagnóstico médico. Sempre procure consultar um profissional da área para questões que envolvam sua saúde mental. Esperamos que você tenha lido o post de coração aberto e que ele te ajude a dar o primeiro passo em prol do seu bem estar psicológico. Caso precise de apoio emocional, ligue para 188, número do Centro de Valorização da Vida, criador da campanha Setembro Amarelo, ou entre no site www.cvv.org.br.