Dia do Livro, muito mais do que uma data especial

Se alguém nos pedisse para fazer uma definição sobre o livro seria algo assim:

 Livro: objeto amado, feito de papel, capaz de transportar a humanidade a todos os universos possíveis, e que oferece a melhor companhia que um ser humano pode ter. Sempre.

 E para você, qual seria a definição de livro?

O que um livro não pode nos proporcionar? Alegrias, amores, conhecimentos, estímulos criativos, boa companhia, inspiração, pensamento crítico…Que alguém nos avise quando for criado um objeto mais perfeito!

Por enquanto, para comemorarmos o Dia Internacional do Livro, trouxemos quatro  experiências extraordinárias com esses “objetos” amados, visto desde diferentes ângulos.

Vem ver!

 

Um rio de livros brilhantes fluiu por várias cidades. 📚

Se os livros fossem como rios…

2304_fotos_blog_1

 

De que maneira um espaço urbano, que normalmente é repleto de velocidade e barulho pode se tornar, mesmo que por uma só noite, um local tranquilo, artístico e com os livros como protagonistas?

O coletivo artístico espanhol Luzinterruptus, apaixonado por luz e por arte, fez uma intervenção em espaços públicos estratégicos de algumas cidades do mundo. Os protagonistas? Livros com suas páginas iluminadas por uma luz suave e difusa.

Tudo começou pelas ruas de Madri, em 2008, com a ideia de chamar a atenção luminosamente sobre problemas detectados na cidade, e que passavam despercebidos. Entre eles, poluição e congestionamento no trânsito.

Além de Madri, Toronto, Melbourne, New York e Ann Arbo (EUA), já receberam a instalação.

No final, os livros ficaram a disposição para quem quisesse levar. Demais, hein! E no Brasil é para quando, @Luzinterruptus? 🤗

 

Engenheiro argentino cria o Tripadvisor dos livros.

 2304_fotos_blog_2

Você adora descobrir novas leituras e dar indicações para todo mundo? Então vai se encantar com essa iniciativa.

ALIBRARTE é uma rede social para leitores, que nasceu na Argentina pelas  mãos do engenheiro Carlos Tramutola.

Nessa rede social de apaixonados por livros, você também pode criar a sua própria biblioteca virtual e compartilhar resenhas dos livros que você já leu, assim como ideias de todo tipo sobre o universo literário. Listas, citações de livros e notícias sobre literatura também fazem parte!

Procurando sua próxima leitura? Provavelmente a ALIBRATE pode te ajudar!

Para acessar você precisa fazer um cadastro gratuito e simples, e uma vez dentro, procurar por seus livros favoritos e adicioná-los à sua biblioteca. Você pode avaliá-los e escrever uma resenha para incentivar os outros a lerem também e depois trocarem ideias.

A versão atual está disponível em espanhol, o que pode ser uma ótima oportunidade para praticar esse idioma e interagir com os hermanos latino-americanos! 😉

Saiba mais aqui.

 

Livros ocupam o lugar que um dia pertenceu ao lixo

2304_fotos_blog_3

No município de Duque de Caixas, cerca de 30 quilómetros das praias cariocas, se encontra o bairro de Jardim Gramacho, onde foi instalado o projeto ‘Cantos de Leitura’. No lugar, desde 1976 até 2012, funcionou o maior lixão da América Latina.

A iniciativa busca ajudar a escrever novas histórias na vida da comunidade do bairro. O Espaço ocupado antigamente por lixo, foi reinventado como biblioteca, com salas de leitura, que brindam um ambiente de convivência e arte.

O projeto, desenvolvido pela Rede Educare, conta com doações de livros e parcerias com empresas privadas.

Segundo o portal Hypeness, o lugar “oferece clássicos como Jorge Amado e Clarice Lispector e até livros mais recentes, como Harry Pottere Percy Jackson. O projeto pensa na leitura como um direito humano essencial, que pode ajudar a ampliar o campo de interesses dos moradores”.

Saiba por que Adoramos livros!

 

Achado livro de 1692 sobre as cores!

2304_fotos_blog_4

Em um livro de 800 páginas, o artista A. Boogert descreveu com muita precisão os diferentes tons das cores, se dedicando principalmente a pinturas e aquarelas.

No livro, catalogado como o mais completo guia de cores da época, Boogert descreve o uso das cores na pintura, as misturas, as nuances e utiliza uma escala igual à dos tempos modernos.

Segundo Erik Kwakke, o historiador medieval que achou o livro na Biblioteca Mejanes, na França, essa é a única cópia, e ela foi concebida como um guia educacional.

Em 1905, o professor Albert Munsell criou um modelo de escala de cores parecido, chamado “A color notation”. Essa paleta foi a precursora da Pantone, que em 1963 fez o Pantone Color Guide, um dos guias de cor mais usados no mundo.

Surpreendente! Mais uma evidência do livro como elemento milenar e cheio de história, capaz de nos fazer repensar o passado.

Você conhece uma história similar?

Gostou? Isso tudo é só uma pequena amostra dos assuntos e iniciativas maravilhosas que podem surgir dos livros. Você tem uma história incrível que envolva amor por livros? Compartilhe com a gente nos comentários e comemoremos juntos a nossa paixão por eles!

Siga-nos no Instagram @Adoro.papel