Criatividade surreal! Conheça o trabalho de Teresa Currea, artista visual que faz desenhos e construções com #papel

 Artista colombiana mistura objetos do dia e a dia com recortes e colagens para criar obras fantásticas.  

2705_fotos_blog_1

É incrível como o #papel e o #papelão estão ligados à criatividade. Não apenas isso, mas servem como verdadeiros condutores da imaginação. Para a artista plástica Teresa Currea, um simples objeto, como uma lâmpada, por exemplo, pode se transformar em algo totalmente novo junto a uma folha de papel – e, claro, muito talento.

O papel é, para Teresa, como uma tela para pintores ou como bronze e para escultores. Afinal, ao trabalhar com o papel como suporte de suas obras, a artista colombiana tem o material perfeito para dar forma às suas composições fantásticas.

2705_fotos_blog_5

Membro da comunidade Paper Artist Collective, dedicada à artistas que trabalham com papel, Teresa utiliza de toda sua criatividade para dar nova vida a objetos comuns, como televisões antigas, fios, xícaras, sapatos e praticamente qualquer coisa. Com imagens que parecem saídas de sonhos, seus trabalhos costumam também trazer o branco do papel em contraste às demais cores.

Suas colagens possuem um estilo próprio, uma mistura de suas origens latinas com os lugares que já visitou, como a Turquia e Japão, por exemplo. O resultado são obras que trazem plantas e animais, mas especialmente medusas, corais, crustáceos e até mesmo mergulhadores que atestam o seu amor pelo mar.

2705_fotos_blog_2

Os objetos muitas vezes têm poucas relações com outros elementos da cena, mas justamente por isso transmitem uma ideia de convivência, como banheiras e polvos, por exemplo. Com trabalhos tão bacanas, não é surpresa que ela receba prêmios constantemente, como o do Primeiro Salão de Arte de Anapoima, na Colômbia, em 2014, que juntou artistas locais e estrangeiros com o intuito de pensar a relação da sociedade com bens de luxo e consumo. Tudo isso com papel, talento e muita criatividade.

2705_fotos_blog_4