5 editoras independentes que vale a pena conhecer

Literatura de qualidade também é feita pelas pequenas empresas. Veja algumas das melhores.

O Brasil é um país que, a cada ano, mostra estar mais interessado em promover novos autores, livros e projetos literários. Isso se reflete também no mercado editorial, em que vemos surgir mais editoras menores trazendo trabalhos de destaque e com qualidade acima da média. Em tempos de isolamento social, muitas dessas editoras estão precisando de mais reconhecimento para manter suas produções. Que tal conhecer algumas delas?

 

Editora Patuá

Criada em 2011 pelo editor Eduardo Lacerda, a Editora Patuá se tornou uma das principais editoras independentes do país. Já são quase 1000 títulos publicados, tendo conquistando duas vezes o Prêmio São Paulo de Literatura, três vezes o Prêmio Jabuti, o Prêmio Açorianos e o Prêmio Casa de las Américas. Com foco editorial na Literatura Brasileira Contemporânea, nos gêneros poesia, conto, crônica, romance e dramaturgia, também foram responsáveis por diversos autores e autoras finalistas e semifinalistas do principais prêmios literários do país. 

 

Edições Macondo

Com nome inspirado na fictícia cidade criada pelo escritor colombiano Gabriel García Márquez em seu livro “100 anos de solidão”, a Macondo é uma casa editorial de poesia contemporânea. Sediada na cidade de Juiz de Fora, em Minas Gerais, publica livros em pequenas tiragens desde 2014. O objetivo da editora é convidar os leitores a conhecer novas geografias afetivas, políticas e poéticas. Além de sua sede, seus livros estão disponíveis em livrarias de Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Lisboa, em Portugal.

 

Editora Penalux

A Penalux investe principalmente na publicação de novos autores, trabalhando com pequenas tiragens, o que possibilita a editora atender cada autor conforme sua demanda. A cargo dos editores Tonho França e Wilson Gorj, que possuem experiência no mercado editorial, a Penalux conta com a publicação de autores de grande expressão e representatividade literárias, com mais de 700 títulos em contos, micronarrativas, crônicas, romances, poesias e trabalhos acadêmicos. Também possui autores finalistas e semifinalistas do principais prêmios literários.

 

Editora Kazuá

Fundada em 2012, a Kazuá é uma editora que atua em busca de novos escritores, garimpando obras e trabalhos para que autores de todos os gêneros possam se expressar, compartilhando cultura e diversão literária ao maior número de pessoas possível. Primando pela pluralidade artística, a Kazuá trabalha com todos aqueles que estejam ligados à arte, sejam cantores, atores, diretores de teatro, pesquisadores ou escritores. Por isso, incentiva a parceria junto aos autores em todos os seus projetos.

 

Kotter Editorial

A Kotter trabalha com produção literária e acadêmica, sendo especializada em humanidades e artes, notadamente filosofia e literatura. Sediada em Curitiba, no Paraná, possui linha editorial que envolve clássicos universais e literatura brasileira contemporânea, nos gêneros poesia, conto, crônica e romance. Com uma sucursal na cidade de Lisboa, em Portugal, edita autores brasileiros, portugueses e dos demais países lusófonos. Também é conhecida no mercado editorial por seus projetos de cunho ensaístico, artístico e acadêmico.