Conheça o indiano que faz lindas animações com papel

O artista Parth Kothekar utiliza a técnica stop-and-motion para dar vida às suas criações

Se você já pensou alguma vez em quais seriam os limites da criatividade provavelmente chegou na mesma resposta que a gente: não existem limites. Ainda mais quando isso envolve papel. As possibilidades são infinitas, assim como o talento de artistas como o indiano Parth Kothekar. Há mais de sete anos, ele cria experimentando e aprendendo com recortes de papel. Isso o levou também a desenvolver uma série temática de obras de arte. Morando na cidade de Ahmedabad, na Índia, Kothekar decidiu levar seu desafio um passo à frente. Agora, além dos recortes, suas criações ganharam vida.

1

Para isso, teve sua curiosidade despertada quando conheceu um pouco mais sobre animação com recortes de papel. Com a compreensão da animação em 2D que adquiriu durante sua graduação, conseguiu entender mais sobre as técnicas necessárias para se criar movimento no papel. Depois, foi só deixar a criatividade tomar conta. Inspirado pela complexidade e beleza de diversos monumentos arquitetônicos na Índia, Kothekar queria retratar isso lado a lado com a intrincada beleza atemporal da Mãe Natureza. A mistura desses dois conceitos permitiu que suas criações tivessem um aspecto único, mesmo desenhando pessoas ou animais.

2

Sendo assim, para poder realizar as animações stop-and-motion com as peças em papel, ele fez um esboço de todas as suas obras, quadro a quadro, também no papel. Depois, pegou cada uma para escanear e imprimir em papel de 80 g/m². Consequentemente, realizou os recortes usando uma faca de corte NT. Feito esse corte, criou o número de quadros necessários para a animação. Já para criar o fundo, utilizou a mão de sua irmã, que precisou ficar sentada pacientemente por horas enquanto os quadros eram feitos. Cada animação levou no mínimo uma semana para ser concluída.

3

Entre suas criações estão sereias, unicórnios, camaleões e também pessoas. Mas cada um possui um motivo. Kothekar acredita, por exemplo, que as sereias representam fielmente sua visão sobre as mulheres indianas. Esteticamente, sua complexidade de escalas fez com que fosse atraído para realizar as criações. Outra fascinação do artista são os padrões intrincados. Para ele, designs com alto grau de complexidade se assemelham às formas tradicionais de arte indiana, uma de suas paixões. Essas e outras obras podem ser vistas também em sua página no Instagram. 

4