Aplicativo incentiva o uso de papel por estudantes

O Bakpax nasceu para engajar o uso da escrita à mão e fortalecer conhecimentos

A pandemia de COVID-19 forçou a tecnologia a entrar na sala de aula. Hoje em dia, muitas  crianças passam pelo menos parte do tempo das aulas remotamente, usando computadores, tablets e internet para se conectar com os professores. Por isso, a ideia de preservar alguns dos aspectos mais analógicos do trabalho em sala de aula durante a pandemia era um desejo de muitos responsáveis por gerar conhecimento aos alunos. Essa foi a motivação principal da Bakpax, que criou um aplicativo que torna possível às crianças tirar uma foto do dever de casa feito usando lápis e papel e, depois, fazer upload para obter notas e comentários dos educadores. Ainda que recente, já possui cerca de 50.000 professores usando a ferramenta em diversos países, inclusive na Europa e na Coréia do Sul.

Para José Ferreira, fundador da Bakpax, o motivo desse sucesso é simples: o papel ainda é a plataforma universal de aprendizagem. O aplicativo, que também possui uma interface online, ensina também a pontuar com base nas várias maneiras como os alunos chegam à mesma resposta. Além disso, dá aos professores uma visão ampla de como a classe está indo, com o que está tendo dificuldades e onde os alunos precisam de mais ajuda. A startup faz parte de uma onda de empresas que estão usando tecnologia para tentar aproveitar dados e aprimorar os métodos de ensino, tornando tudo mais divertido para os alunos.

Bakpax1

A ideia é vista com bons olhos porque muitos educadores – e pais – desconfiam do excesso de tecnologia, argumentando que ela não pode substituir o ensino presencial. Mesmo que hoje pareça uma aliada, existe uma preocupação que possa, no futuro, atrapalhar o aprendizado. Porém, há sinais de essa inovação não irá embora quando as crianças voltarem para a escola presencialmente. Por isso, uma ferramenta que possa unir as duas coisas parece um bom caminho.

Por enquanto, o Bakpax está trabalhando individualmente com os professores. O software do aplicativo é compatível com o onipresente Google Classroom, que dobrou os usuários durante a pandemia para 100 milhões. Com esse recurso, as crianças podem acessar sua conta Bakpax diretamente com seu login do Google. Além disso, o Bakpax é integrado ao Microsoft Teams e será compatível com outras plataformas de ensino ao longo do tempo, como Canvas e Schoology, de acordo com as expectativas da empresa. O importante é sabermos que o papel estará sempre presente no dia a dia, de uma forma ou de outra.