Veja como otimizar o seu trabalho com um relógio, um lápis e uma folha de Chamex

Veja como otimizar o seu trabalho com um relógio, um lápis e uma folha de Chamex

Técnica pomodoro pode ajudar na organização de tarefas e no rendimento diário

Você tem problemas para se concentrar nas atividades do dia a dia? Conheça a técnica pomodoro, uma das mais populares para fazer seu trabalho ou estudo render mais, desenvolvida na década de 1980 pelo então estudante italiano Francesco Cirillo.

O nome da técnica de concentração desenvolvida por Cirillo é uma homenagem a um alarme clássico em forma de tomate (pomodoro, em italiano) que o ajudou a organizar seu tempo e focar nos estudos nos primeiros anos da faculdade.

Como aplicar a técnica ao seu dia a dia?

Antes de adotar a técnica pomodoro, é preciso definir as prioridades e qual tarefa você deseja realizar. Para isso, você precisa ser assertivo, traçar estratégias a curto prazo e anotar a tarefa em uma folha de papel.

Feito isso, você deverá começar os ciclos, seguindo os seguintes passos:

1- Mantenha o foco
Trabalhe durante 25 minutos. Durante esse período, anote tudo que desviar sua atenção em uma folha de papel e retorne à tarefa. Quando o alarme tocar sinalizando o fim do tempo, marque um “x” ao lado da tarefa na folha.

2- Faça uma pausa curta
Depois dos 25 minutos, pare de 3 a 5 minutos. Utilize esse tempo para fazer coisas que não se relacionam com a tarefa que você acabou de finalizar. Terminado o tempo da pausa, reinicie o processo.

3- Faça uma pausa longa
Cada vez que completar um ciclo de quatro períodos e três pausas curtas (cerca de duas horas no total), faça uma parada de 10 a 30 minutos no máximo. Esse tempo deve ser destinado ao descanso e não a outros afazeres. Caso a tarefa ainda não esteja concluída, reinicie o ciclo até finalizá-la antes da pausa mais longa.

Por que é importante anotar no papel?

A técnica pomodoro não prevê que você mantenha a concentração máxima em tempo integral, como um robô. A ideia é que você consiga se manter focado pelo maior período de tempo possível em uma atividade específica.

Por esse motivo é necessário escrever no papel quais foram as distrações que interromperam a tarefa durante o período de 25 minutos. Com o passar do tempo, as anotações mostrarão quais são os seus padrões de distração e, a partir desse relatório, você poderá mudar alguns hábitos para contornar as dispersões, ganhar tempo e qualidade da concentração no trabaho ou nos estudos.

Dicas para a técnica não falhar no seu dia a dia:

  • crie uma lista de “tarefas rápidas” e tente concluir a maioria delas em 25 minutos, fazendo apenas uma de cada vez.
  • anote no papel todas até as distrações mais simples, às vezes a gente nem percebe, mas os pequenos detalhes podem afetar a nossa produtividade.
  • assuma o controle do tempo de acordo com as suas necessidades, é importante que o alarme não atrapalhe a sua produtividade.
  • não interrompa uma tarefa para cumprir com o tempo de folga curta, você pode somá-lo a pausa seguinte depois de finalizar a atividade.
  • não contabilize o tempo em que outras pessoas lhe chamaram a atenção para fazer perguntas, tome cuidado para não ser grosseiro com aqueles que estão ao seu redor.

E você? Gostaria de testar a técnica para melhorar a sua produtividade no dia a dia? Aposte nas linhas de papéis para escrever e imprimir da International Paper, e lembre-se: se é importante para você, é melhor pôr no Chamex.

Fonte: Nexo

Comentários

1 comentário

  1. Perfeito, eu uso esta técnica já algum tempo, porém com pausas diferentes e acredite nem sabia que havia esta técnica, isso só me mostra (sem falsa modestica) o quanto eu já era Gestor do meu tempo (as vezes me culpava por fazer assim, parecia que não era algo muito saudável), …rs… mas agora veja que há ferramentas que provam ao contrário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *