Indústria e meio ambiente: Coca-Cola testa suas primeiras garrafas de papel

Indústria e meio ambiente: Coca-Cola testa suas primeiras garrafas de papel

O objetivo é criar uma embalagem 100% reciclável e capaz de manter o gás das bebidas

A preocupação com o meio ambiente não está somente nos consumidores ou pequenos produtores. Gigantes da indústria já estão se movimentando para apresentar produtos que ajudem na preservação da natureza e possam ser melhor utilizados. Prova disso é a nova garrafa de papel criada pela Coca-Cola, que já está em fase final de testes e deve chegar ao mercado em breve. O protótipo foi feito pela empresa dinamarquesa Paboco com um invólucro de papel extra-forte capaz de impedir o escape de gás de bebidas carbonatadas. Ou seja, os refrigerantes e similares. 

Segundo representantes da marca, a intenção é criar uma garrafa de papel que possa ser reciclada como qualquer outra do tipo. Este protótipo é o primeiro passo no caminho para esse objetivo, já que abre um novo mundo de possibilidades de embalagem. Com isso, a Coca-Cola está convencida de que a nova garrafa de papel terá um importante protagonismo em um futuro próximo. A embalagem também deve garantir que nenhuma fibra descame no líquido, evitando o risco de alterar o sabor da bebida ou ser reprovada em verificações de saúde e segurança.

garrafaadez_coca-cola

Com isso, a marca estabeleceu uma meta de produção zero de resíduos até 2030. O protótipo, assim, é o primeiro passo e consiste em um invólucro de papel com um fechamento de plástico 100% reciclado e revestimento interno. Além disso, o papel precisa ser moldável para que possam criar frascos em formatos e tamanhos distintos, destinados a diferentes marcas, assim como poder levar tinta para imprimir seus rótulos. Depois de mais de sete anos de testes, a Paboco agora está pronta para fazer um teste na Hungria para a bebida de frutas Adez, da Coca-Cola. Inicialmente, isso envolverá 2.000 garrafas distribuídas por meio de uma rede de varejo local.

A Coca-Cola acredita que mudar uma indústria requer progresso em incrementos e um impulso para mudanças sustentáveis. O conceito de garrafa de papel continua sendo um trabalho em andamento, e ser capaz de realmente evoluir e escalar para atender a demanda do produtor e do consumidor é um dos desafios críticos que começam a ser superados. Alcançar essa visão requer investimento em inovação e colaboração com parceiros para impulsionar a coleta, a reciclagem e o design sustentável.

1

Comentários