Conheça o artista realista que retrata artigos de papel em formato gigante

Conheça o artista realista que retrata artigos de papel em formato gigante

Alex Hay, de 91 anos, possui no realismo sua principal característica

 

Talento nunca se perde. O artista americano Alex Hay é prova viva dessa afirmação. Afinal, mesmo após 30 anos sem criar nenhuma obra nova, ele aparece novamente no cenário artístico com uma exposição que mostra que, mesmo aos 91 anos, ainda consegue encantar. Mais do que isso: suas obras, que são homenagens a itens normalmente encontrados em papelarias, continuam a divertir e surpreender. A combinação de realismo preciso e escala descomunal encapsula justamente o diferencial da arte de Hay. É, ao mesmo tempo, modesto, imponente e engraçado. Marcas que o artista impõe em todas as suas obras há mais de 50 anos. Nascido na Flórida, EUA, Hay possui justamente na suposta simplicidade o diferencial de seu trabalho.

hay4

Essa característica é condizente com um artista que sempre foi um tanto estranho. Mudando-se para Nova York em 1959, sempre produziu fora dos termos que ditavam as modas. Como, por exemplo, sua pintura de 1965 intitulada “Legal Pad” (bloco de notas), com o amarelo claro do papel e o azul claro das delicadas linhas horizontais correndo de ponta a ponta. Podia ser quase real, exceto que possui quase 2,5 metros de altura. Entre suas obras também estão versões muito ampliadas de uma etiqueta de postagem, alguns sacos de papel marrom do tamanho de uma porta e uma página rasgada de um bloco de estenografia, técnica de escrita que utiliza caracteres abreviados especiais e permite anotar palavras com a mesma rapidez com que são pronunciadas.

hay3

Fora dos holofotes desde os anos 1970, Hay retornou ao mundo das artes em 2002, com uma exposição de seus trabalhos da década de 1960. Suas obras dessa época são emblemáticas dos movimentos de arte que estavam em voga, como pop art, foto realismo, arte minimalista e conceitualismo, ainda que sem se conectar inteiramente a nenhum deles. Seu trabalho é quase totalmente feito à mão, influência direta de seu gosto por carpintaria. O método de trabalho inclui o processo de fazer coisas pequenas de maneira convincente por meio de um meticuloso processo de ampliação. Isso explica o realismo de suas criações, mesmo de forma tão ampliada. 

hay2

Sua técnica, que geralmente envolve spray e estêncil, é tão cuidadosa que suas obras parecem de fato reais a certa distância. Isso faz com que seja difícil acreditar que as esculturas de sacolas de papel pardo ampliadas, por exemplo, não sejam realmente feitas de folhas muito grandes de papel kraft marrom convencional. Na verdade, são feitas de papel que Hay pintou de marrom. De toda forma, ele mostra como objetos comuns feitos de papel possuem sua própria beleza. Algo que, para quem adora papel, não chega a ser exatamente uma novidade. Aqui, pelo menos, podemos ver esses detalhes em um tamanho muito maior.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *