Lindas e sustentáveis: conheça as joias feitas de papel

Lindas e sustentáveis: conheça as joias feitas de papel

Empresa criou modelos que unem beleza com toques ecológicos

 

Quem adora papel já sabe que é possível usar em diversas ocasiões e de inúmeras formas. Mas agora também é possível levar no corpo de forma leve, elegante e sustentável. A responsável por isso é Devi Chand, fundadora e artista apaixonada por trás da Papermelon, uma empresa de joias que possui na sustentabilidade e na beleza suas principais missões. Isso porque as peças da marca são feitas de papel reciclado, coletado de amigos, vizinhos e simpatizantes. Os tipos de papel variam muito, mas incluem jornais, revistas, livros de histórias, sacolas de papel, embalagens para presentes, calendários e panfletos.

joia2

Chand decidiu investir no papel como resultado de seu amor pelo design. Embora tivesse concluído a faculdade em design e até trabalhado no mundo corporativo por um tempo, ela encontrou sua paixão na mesa da sala de jantar enquanto enrolava um pedaço de papel em um palito. Foi assim que criou a primeira joia feita com o material. Para ela, o papel é um dos poucos produtos verdadeiramente sustentáveis, pois é feito de madeira, além de ser também um dos produtos mais reciclados do planeta. Suas duas paixões podiam, assim, andar juntas. 

joia3

Esse importante aprendizado foi apenas o começo de seus esforços para manter seu negócio “environmentally friendly”, ou seja, sustentável. Depois de desenvolver a técnica básica de transformar papel em joias, Chand adquiriu cordões e prata de outras empresas locais para finalizar suas peças . As joias são feitas à mão em um estúdio caseiro e, como não há máquinas envolvidas no processo, a fabricação é excepcionalmente eficiente em termos de energia. A Papermelon se dedica a uma política de “desperdício zero”, em que a questão sustentável é tão importante quanto o design do produto. 

joia4

Todas as joias são embaladas em caixas de papelão reutilizáveis ​​e recicláveis, também feitas à mão. Dentro de cada caixa, o papel reciclado é usado como enchimento. Como a beleza e a elegância são o núcleo do negócio, as embalagens também são adornadas com fitas de tecidos já usados e cada envelope é endereçado à mão. A Papermelon, da mesma forma, reutiliza outros itens do cotidiano, transformando canetas e garrafas em moldes e aproveitando a luz natural de uma varanda para criar um espaço fotográfico.

2

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *